Histórico

  • 2020

    O programa passou a ser 100% digital, com curso EAD para professores, cordenadores e uma área exclusiva do site com atividades para os alunos. Em 2020, um ano muito desafiador para a educação, o programa se posicionou como um apoiador aos educadores, alunos e familiares, oferecendo diversos materiais abertos, tais como artigos, conteúdo formativo para gestores de educação, sugestões de atividades, livros filmes, séries, brincadeiras e jogos, além de atividades temáticas com reflexões e curiosidades. 

  • 2019

    Os Encontros Temáticos presenciais foram substituidos pela formação digital (EAD). Além dos alunos, professores e coordenadores municipais, agora, os coordenadores pedagógicos também participam do programa. Piloto 100% digital em seis municípios (sem livros para alunos e professores).

  • 2018

    O tema trânsito passou a ser abordado nos 4º e 5º anos. Reestruturação do sistema de formação e das campanhas. Ingresso de mais oito municípios no programa. Piloto de formação online em sete muncípios. Piloto do projeto Aprender em rede em 19 municípios.

  • 2017

    Lançamento e distribuição do novo material didático de educação ambiental. Realizada Pesquisa de Impacto sobre os objetivos e metas, resultando em novas diretrizes. Foi criado um site exclusivo para o programa. Início da certificação digital. Ingresso da ViaRio.

  • 2016

    Lançamento e distribuição do novo material didático de educação no trânsito e desenvolvimento do novo livro de educação ambiental. Reestruturação do sistema de formação e das campanhas, além da mudança do nome do programa para Caminhos para a Cidadania. Gestão passa a ser realizada pelo Instituto CCR.

  • 2015

    Releitura do formato pedagógico do programa com a participação de especialistas, dos mais de 100 municípios e de Empresas do Grupo CCR. Desenvolvimento e produção do novo material didático de educação no trânsito.

  • 2014

    Criação de protocolos operacionais e plano de desenvolvimento de inovações pedagógicas.

  • 2013

    Pesquisas e estudos para o desenvolvimento de novos recursos didático-pedagógicos, buscando criar e oferecer ferramentas eficazes e atualizadas para professores e alunos.

  • 2012

    Foi criada uma agenda temática de trabalhos para o Grupo de Estudo, composto por representantes das unidades da CCR participantes do programa, incluindo nestes encontros a participação de doutores e mestres para subsidiar os temas.

  • 2011

    Ingresso da CCR SPVias no programa e lançamento do Livro didático de Educação Ambiental específico para o programa. A CCR recebeu o IBTTA AWARDS na categoria Responsabilidade Social. Esse prêmio é o mais importante do setor de concessões de rodovias, envolvendo cerca de 250 membros, distribuídos em 23 países de cinco continentes.

  • 2010

    CCR RodoNorte, CCR Ponte e CCR ViaLagos ingressam no programa. Foi produzido e lançado o primeiro material didático específico do programa (Educação no Trânsito). Totalizando 82 municípios participantes dos estados do Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo.

  • 2009

    Criação de um Grupo de Estudos, formado por representantes das unidades de negócio envolvidas e por uma consultoria externa com objetivo de unificar as práticas do programa Estrada para a Cidadania. Sua função é promover ações de aprendizagem junto à comunidade envolvida, que são utilizadas como insumos para a formulação e aprimoramento de políticas públicas.

  • Até 2008

    A gestão do programa ficava ao cargo de 3 unidades de negócio que desenvolviam as atividades de maneira independente.

  • 2007

    Ingresso da CCR ViaOeste no programa.

  • 2002

    Início do programa Estrada para a Cidadania, na CCR NovaDutra e CCR AutoBAn com a realização de um conjunto de atividades de educação para a cidadania, trânsito e proteção ambiental.